O espírito dos “Mata-frades”

Já terei escrito aqui no passado que o tema Religião não merece especial atenção, em comparação com outros assuntos. Desde que haja boas fotografias para aqui colocar, o dizer bem ou mal torna-se irrelevante. Como é o caso desta prova de indignação escrita grosseiramente numa parede em Moscavide, sem pretensão a mudar o rumo da História, mas a servir de catalizador para a raiva de quem pegou na caneta e lançou este lacónico “Vaticano refúgio de malfeitores”, reforçando esta tese com um “Canalha”, sem grande margem para dúvidas. O espírito que criou as figuras dos “Mata-frades” no sécs. XIX e no início do Séc.XX continua com seguidores, mesmo às portas de Lisboa.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s