A propósito de greves

Escrito num Português bastante direto e sem direito a intepretações ambíguas, este é um dos muitos epítetos ao protesto das massas que preenche as ruas do nosso país. Numa altura em que se verificam protestos e greves sectoriais nos transportes e comunicações – como é bem atestado por quem vive ou trabalha em Lisboa – e em que o verbo associado ao protesto anda bem solto, nunca é demais evocar uma linguagem a roçar o Nihilismo contra todo e qualquer alicerce do sistema capitalista em que, queiramos ou não, estamos mergulhados até ao pescoço.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s